10 de jun de 2010

Peter pan

Na Terra do Nunca, a gente pode ser o que quiser: pirata, mocinho, bandido, sereia, fada, príncipe encantado... E pode trocar de papel sempre que a imaginação mandar. Na terra do nunca, coisas boas acontecem... e, mesmo quando as coisas parecem cinza e sem graça, tudo é magia e encantamento! Sonho e fantasia. A gente se apaixona e é pra sempre. Lá, tudo é intenso e arrebatador! Na Terra do Nunca, a gente pode confiar nos outros de olhos fechados. Você pode dizer a verdade e esquecer os disfarces! Pode se jogar no abismo e descobrir que pode voar... Na Terra do Nunca a gente pode brincar, dançar e fazer de conta o tempo inteiro! E, lá, o tempo não tem a mínima pressa de passar. Hipocrisia e falsidade, os seus valores são dinheiro e poder... Se isso é ser adulto, eu nao quero crescer! (

0 comentários:

Postar um comentário